sábado, 15 de fevereiro de 2014

Caligrafia Mariana


Para festas e casamentos repletos de amor

domingo, 24 de novembro de 2013

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Luxo e Personalidade


Caligrafia em Hebraico


O importante é ter estilo para todos os alfabetos. Assim foi o convite de uma noivinha super chique e especial do cerimonialista Roberto Cohen (www.robertocohen.com.br/) como também de diversos bar mizvah.


quarta-feira, 23 de junho de 2010

Caligrafia para Louis Vuitton

Foi um grande prazer desenvolver uma caligrafia na Luis Vitton, viva a sofisticação!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Novas letras


Veja meu mais novo site com novas fotos:


http://caligrafia.wordpress.com/




terça-feira, 19 de maio de 2009

Veja as letras



Entre em contato por

caligrafiarj@hotmail.com

para ver meu trabalho.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Letras Tradicionais


Caligrafia para convites, certificados e eventos no Rio de Janeiro. Com letras clássicas e modernas.

http://www.flickr.com/photos/caligrafiamariana/

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Discovery about the calligraphy






Wedding invitatios services by Mariana calligrapher for you!
Descubra o mundo da caligrafia nesta página, letras manuscritas incríveis e diversas desenhadas para você!


Clique na imagem para ampliá-la.


Serviços de motoboy:

http://www.vespexrj.com.br/




A qualidade e elegância que você quer está aqui.

sexta-feira, 21 de março de 2008

Calligraphie - Letra Tradicional


Le terme Calligraphie est issu des mots grecs graphein (écrire) et kallos (beau). Mais la calligraphie est plus que l'art d'écrire de façon belle. La calligraphie est toute une attitude sociale devant l'écriture. Le calligraphe réussit à trouver une harmonie parfaite entre les outils qu'il manipule, le texte, l'écriture et surtout son propre héritage culturel. Parmi les grandes civilisations qu'ont produit de la vraie calligraphie, on trouve la civilisation occidentale, dont l'écriture est basée sur l'alphabet romain.


A caligrafia precisa vir de suas origens, dos séculos passados, e ser desenha, hoje, com o mesmo requinte imperial. É importante estudar os manuscritos para que a caligrafia seja bela e surpreendente! Por isso, há alguns anos venho estudando manuscritos; o acervo vai desde cartas a documentos importantes da época do Império.



Caligrafia zona sul : Atendimento para caligrafia catete, caligrafia copacabana , caligrafia leblon , caligrafia ipanema , caligrafia humaita , caligrafia botafogo , caligrafia flamengo, laranjeiras etc .

Letras para convites de casamento



Letras para convites de casamento.

Caligrafia Rio de Janeiro

terça-feira, 11 de março de 2008

Kalligraphie

Das Wort „Kalligraphie“ leitet sich vom griechischen kalós (schön) und gráphein (schreiben). Aber Kalligraphie bedeutet mehr als die Kunst des Schönschreibens. Kalligraphie ist eine gewisse Haltung zur Schrift. Dem Kalligraphen gelingt der perfekte Einklang zwischen all den Geräten, die er handhat: den Text, die Schrift und vor allem seine eigene Kulturerbe. Die Westliche, deren Schrift auf dem römischen Alphabet beruht, zählt unter den größen Zivilisationen, die eine echte Kalligraphie entwickelt haben.

domingo, 2 de março de 2008

Lista de convidados - lista de caligrafia

Envie um email ou msn para caligrafiarj@hotmail.com e receba as normas para sobrescrição correta da lista de convidados para caligrafia.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Letras trabalhadas para convites de casamento

Marco Polo describes a bridge, stone by stone. "But which is the stone that supports the bridge?" Kublai Khan asks. "The bridge is not supported by one stone or another," Marco answers, "but by the line of the arch that they form." Kublai Khan remains silent, reflecting. Then he adds: "Why do you speak to me of the stones? It is only the arch that matters to me." Polo answers: "Without stones there is no arch."
Italo Calvino, Invisible Cities

Letras modernas e tradicionais manuscritas


A lei e a lei do cão

por João de Barros

Valdinei de Souza Silva, o Nei da Silva, é preto e pobre. Aos 31 anos, é um dos ativistas sociais mais conhecidos na cidade do Embu, na Grande São Paulo. Escultor, poeta, professor de música, ator de teatro, coordenador da Primeira Semana Lítero-Cultural da cidade, militante do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), sempre lutou por igualdade étnica e social...No dia 12 de setembro passado, Nei estava de bicicleta – procurava gente para o seu grupo de teatro –, numa entrada da favela São Marcos e deu com dois rapazes, negros como ele, e começou a conversar. Entusiasmado, convidava os jovens para participar de uma peça que seria encenada dali a seis meses.
Então, surgem os policiais militares... apontando armas e gritando: “Mão na parede! É polícia!” Nei sabia como são as batidas policiais. Reclamou da abordagem, mas afinal aceitou levar mais uma revista geral. Os policiais encontraram, dentro de uma sacola de supermercado que estava com o adolescente EAS, cem pedras de crack, vinte papelotes de cocaína, 51 porções de maconha e 312 reais em notas de pequeno valor. O menor confirmou ser dele a droga e que Nei e o menor MVO nada tinham a ver com a história. “Os três vão pro distrito”, sentenciou um policial.

Nei tentou argumentar. Não tinha passagens pela polícia. Não conhecia os rapazes; arregimentava-os para levar ao teatro. Nunca mexera com drogas, portanto não era traficante... Era um artista... “Artista? Você é um negro fuleiro, corruptor de menores, um bandido filho da puta”, respondia o soldado ...